Cobertura do Core Fest

Posted: sábado, 17 de abril de 2010 by Radar - Pescador de Homens in Marcadores:
11




          Anunciado como “um evento sonhador que busca valorizar as artes urbanas em geral’’, a primeira edição do Core Fest foi realizada na última sexta-feira, no Clube Cabo Branco - João Pessoa. Com uma boa presença de público, diversas bandas locais e uma do RN passaram pelo palco. Mas o evento foi muito mais do que só música. Havia espaço para skatistas, grafiteiros, apresentações de pirofagia, peças teatrais e grupos de hip hop.
          Chegando ao local era possível notar a preocupação e correria do pessoal da organização, que buscou fazer um evento dinâmico e de qualidade. Também é importante destacar a presença do apresentador/comediante Márcio, responsável por sortear prêmios e animar a galera nos intervalos entre as bandas.
          A noite ainda começava e o público estava chegando quando a primeira atração da noite - e única de fora - subiu ao palco. A banda natalense Skkip, que veio de última hora substituir a The Last Day Seven, tocou um rock que varia entre o alternativo, o hardcore e o punk. Embora desconhecido da maioria, o som da banda levantou a galera e foi uma espécie de aperitivo do que estava por vir.
          Com uma apresentação marcada pela presença de palco e irreverência do vocalista Júnior, a banda Elmo tocou um Hardcore pesado e marcante, contagiando e levantando o público, que naquele momento já era bem mais numeroso.
          A terceira atração da noite foi a banda O Alvo. Durante cerca de 40 minutos, os meninos fizeram um show competente e sem erros. Tocaram algumas músicas sem pausa, como se fossem uma única faixa, mantendo assim uma constante empolgação dos espectadores. Aliás, a passagem da banda será lembrada justamente pela participação do público, que conhecia as letras e formou um belo coral. Além de músicas próprias, tocaram os já característicos covers do Rodox . Na última música uma surpresa: a banda fez uma versão da música “Como eu te amo”, do cantor Fernandinho, trazendo um clima mais tranquilo e um estilo de adoração diferente. Ao final do show foi exibido um vídeo onde o ex- baterista do KORN, Brian Welch Head, dava o seu testemunho de vida.
          O primeiro momento do fest foi encerrado com a banda Outona, quarteto que tem um grande número de fãs na capital paraibana.
          Após uma pausa, onde foi exibida uma peça de teatro e artes circenses, subiu ao palco aquela que, sem dúvidas, foi a mais aguardada atração da noite: a banda Haderek. Com uma participação massiva do público (que até parecia ter aumentado naquele momento), a banda fez estremecer o Clube Cabo Branco. A vibe estava incrível, e os caras fizeram um show empolgante, mostrando entrosamento e a qualidade de sempre. Tocaram músicas dos seus dois álbuns, trazendo um hardcore melódico bem trabalhado e já conhecido dos pessoenses. No meio do show houve uma pausa para um momento de reflexão, onde foi trazida uma palavra sobre quem é verdadeiramente Jesus Cristo, sem religiosidade ou regras impostas.
          Já passava das 10 da noite quando o show do Haderek acabou. O público, que já estava ali há mais de 4 horas, mostrava certo cansaço. Pra fechar a noite ainda se apresentaram as bandas Legadema e Iazul.
          Por fim, deixamos aqui os nossos parabéns ao pessoal da organização, que mostrou ser possível quebrar paradigmas e reunir bandas cristãs e seculares num mesmo evento, valorizando a arte local e de quebra levando a palavra de Deus a quem não conhece; tudo isso de maneira cuidadosa e profissional. Esperamos que o evento se consolide e tenhamos no futuro edições ainda melhores do Core Fest.

11 comentários:

  1. Mariana says:

    O quão bom é ver e ouvir a Palavra de Deus em qualquer meio e momento.
    É uma verdadeira faca de dois gumes, atingindo todos os âmbitos e pessoas.

  1. Haderek e O alvo :~~
    deve ter sido muuuuito booooom, e o video do ex-Korn é forte, mas mostra bem como Deus nos muda e nos capacita para sermos pessoas melhores. Como vocês disseram ai no post, eu também quero dar meus parabéns a quem organizou, mesmo não tendo ido ao evento, sei o quanto é complicado juntar dois "mundos" diferentes em um só lugar. Muito bom mesmo, meus parabéns e que na próxima se Deus quiser eu possa ir =]]
    Quanto a vocês do blog... arrasando hein ? As reflexões tem sido excelentes!! QUEROOO MAAAIS =]]

  1. Pablo says:

    Poxa, eu achei muito legal mesmo o evento não moro em João pessoa
    mais ao ver essa reportagem fiquei muito feliz pelo mover de Deus nesse lugar!
    q Deus abençoe a todos!

  1. Anônimo says:

    show de bola a cobertura e a materia.
    xerooo

  1. michael says:

    Muito importante fazer um envento com essas intenções, com esse propósito, e melhor ainda é poder unir mais e mais irmãos na expansão do evangélho. Parabens a todos, participantes e organizadores, não deixem esse sentimento morrer nunca, que outros infinitos "Core Fest's" aconteçam!

  1. Não apenas os shown, mas o evento com um todo deve ter sido muito bom, segundo a descrição de vocês. Pena que eu não pude ir >.< Mas tudo a seu tempo.
    Parabéns a vocês por este blog, que é sem dúvida de total qualidade. Escrevendo, como eu diria, de um jeito massa! E olhe que eu falo mermo! brinks.
    o/

  1. Artur says:

    Muito bom galera!Gostei muito do blog..PARABENS!!

  1. Gustavo says:

    Parabens pela cobertura... mto bom as fotos o texto, e que a palavra de Deeeeus esteja atingindo a todos

  1. Diandra says:

    Hmm, muito boa a matéria. Parabéns. =D

  1. Parabéns pela cobertura do Core Fest! E também pelo blog! Tah ficando 10...Eh bom d+ saber q existe jovem fazendo algo p o Senhor! E Ele está alegre com isso! Deus abençoe! =*

  1. .Blogger says:

    Heyy!!!
    Parabens pela cobertura do evento!
    O blog esta mto legal!!!!

    Continuem assim!
    Deus abençoe voces!!!

    Abraço!!